15 de novembro de 2010

Das amizades (im)pessoais

Sou miúda de ter uma mão cheia de bons amigos.
Daqueles mesmo bons, com quem se conta em qualquer circunstância, e que não são apenas conhecidos. Fui amealhando amigos ao longo da vida e só alguns ficaram para contar a (minha) história.
Nos tempos de faculdade conheci muita gente. Amigos? Sobrou um apenas, cuja amizade cresceu num contexto externo ao dos tempos de estudantes, e com quem mal falava nas aulas ou nos corredores. Encontrámo-nos depois e foi isso que nos fez amigos. Fiz o curso em modo-«baldas», ia às aulas de vez em quando e nunca me preocupei em fazer bons amigos. Talvez porque cá fora, tinha um grupo forte de gente de quem gostava. Talvez, também, porque não me identificava com nenhuma daquela alma.
Isto tudo para dizer que não sou uma pessoa fácil para fazer amigos para a vida. Os conhecidos, consigo amealhá-los aos molhos e gostar um pouco deles, mas só permito a alguns a entrada na minha vida. É por isso que sempre fui céptica em relação a amizades virtuais. Considerava-as muito impessoais para me dar a elas. Até um dia.
E sábado foi esse dia. Almocei com pessoas que conhecia só através da internet, de redes sociais, e cujo elo de ligação para comigo é terem filhos da mesma idade da minha. E quando cheguei, e à medida que as minhas amigas virtuais foram chegando, pareceu-me que as conhecia desde sempre. Não houve silêncios constrangedores, nem falta de conversa. E o à-vontade de todas transformou a tarde num agradável convívio, com promessas de muitos reencontros. Com tudo isto, estou em crer que aprendi a gostar de fazer novas amizades.
-------------------------------
Sim, eu ODEIO FAZER DIETA.

9 comentários:

Sweet68 disse...

Os meus amigos são muito poucos, mesmo. Desde que entrei na blogsfera sinto-me muito mais acompanhada e acho que consigo falar de mais coisas do que com os amigos reais pessoalmente. Isto faz um bem incrível. Beijo

Rosa Pink disse...

Por acaso nunca ultrapassei o limite do virtual! nunca me encontrei pessoalmente com pessoas conhecidas da net, mas talvez algum dia se justifique isso acontecer. :) Qt ao resto identifico-me totalmente! Alguns (vários) grandes amigos, mas dos tempos de faculdade ficaram só conhecidos (além de 2 amigas mas com as quais quase n mantenho contacto... só isso deve dizer muito!)! Isto pq como disseste e bem, não encontrei nenhum com quem me identificasse totalmente!

Sou eu... disse...

Tem o seu encanto o mundo da internet...e eu que o diga que alem de ter grandes amizades por aqui...estou casada e feliz graças ao Hi5. Incrivel nao é?
Beijinhos..e tambem eu odeio fazer dieta...nao temos nada em comum e neste caso nao nos atraimos mesmo!

Alexandra disse...

Amigos dos tempos da universidade??? Tenho a felicidade de sermos 4 casais que continuamos a encontramo-nos, religiosamente, aos jantares de domingo... Agora com a crias atrás.
São a família que escolhi... Os que me deixam longe do gabinete do psiquiatra:)
Confesso que há meio dúzia de amigas virtuais que adorava conhecer... E tu és uma delas:)
Abraços

Alex disse...

Eu sou um pau de 2 bicos lol, sou muito fácil de criar empatias, mas amizades mesmo... poucas mas boas. O que quero dizer com o pau de 2 bicos?
Sei que sou considerada AMIGA de mais gente do que eu considero para mim... fiz-me entender? Não não sou muito esquisita... mas para mim é complicado ultrapassar a fase da colega a amiga... Do outro lado, como conseguem com mais facilidade sei que sou "a melhor amiga de muitas colegas mais próximas" mas eu confesso que não tenho uma melhor amiga... tenho algumas... muito pouquinhas pessoas em que sei que se precisar de algo estão ali...

Alex disse...

Só quero acrescentar que não sou nenhum bicho do mato... pelo contrário... dou-me bem com MUITA gente, jantares em casa, na rua etc etc mas estava a referir-me mesmo de AMIGA/O.
Tenho amizades de infancia que ainda duram, faculdade e desde que comecei a trabalhar, há sempre alguem que fica... que vale a pena conhecer melhor... :-)

ka disse...

eu ja passei a barreira do amigo virtual para o amigo real...e adorei e graças a deus que me aconteceu...em relaçao aos amigos....faço mto conhecidos...ao longo do tempo vou me afastando,,e afastam-se de mim....mas aqueles com quem eu possa contar....poucos...mesmo mto poucos...

A Minha Perda de Peso disse...

Concordo que é sempre difícil fazer amigos. Amigos no sentido real da palavra, porque não é fácil encontrar alguém que esteja lá para nós quando precisamos.
Agora amigos para os bons momentos, para se passar um bom bocado, desses há muitos.
Através da net também se pode encontrar excelentes pessoas... O problema é que não é fácil, uma vez que a net está cheia de pessoas falsas, mas mesmo assim lá se vai encontrando algumas pessoas que valem a pena conhecer e que podem marcar a nossa vida para sempre :)

Bj

Maria Bolacha disse...

Olá!! Passei por aqui só para deixar um beijinho e um xi-coração. Está tudo bem?