9 de dezembro de 2010

Quando um filho está doente...

... há uma parte de nós, senão todo o nosso ser, que adoece também.
A febre que os ataca a eles, ataca-nos a nós também, e o nosso coração fica mirradinho, pequenino e encolhido, até que andem outra vez aos pulos e a fazer traquinices.
A minha tarde de terça-feira foi passada no hospital, com uma cachopa com 39º de febre, que só queria era brincar com os outros meninos doentes. Pulou de alegria quando soube que ia tomar banho de arrefecimento e só refilou na parte do supositório que lhe acalmaria a febre.
Não sei o que é ter um filho doente e isso habituou-me muito mal (ou bem). Em dois anos desde que nasceu, a minha filha nunca foi medicada para além de uns supositórios em tempos de dentes a crescer ou vacinas tomadas. Ben-u-rons, brufens, aerossóis, ou outros medicamentos, tudo era desconhecido lá por casa. E, por isso, nestes últimos dias, dei uma de tótó, a telefonar a este e áquela, para saber como intercalar brufens e afins. Diagnóstico? Uma constipação. Com muito ranho à mistura e febre que espreita de 8 em 8 horas. Esta noite tivemos vómitos de expetoração, o que é bom. Está a largar tudo e a cada vómito, o meu coraçãozinho vai alargando e voltando ao normal. Porque ela também volta ao seu normal aos poucos e poucos. E se quando lhe caem os brinquedos das mãos ela já diz novamente: «Ó caiáxas» (= ó caraças) é porque já está a ficar bem. E eu também.
Eu estou muito mal habituada, sei-o bem. Mas gostava, se possível, de continuar assim - uma ignorante em doenças e medicamentos.
------------------------------
Sim, eu ODEIO FAZER DIETA.

6 comentários:

Banalidades a qualquer hora disse...

Infelizmente sei o que é ter os filhos doentes.
Tenho 3 filhos.
;)
Mas Graças a Deus, nunca tiveram nada de coisas graves ou muito complicadas.
Algumas doenças estranhas isso sim, mas nunca muito prolongadas.
Tenho um costume que é ligar para a saúde 24 e isso ajuda-me muitas vezes nessas alturas.
Para a próxima, espero que nunca exista.
Mas enfim...
Se tal acontecer experimenta ligar para lá, são enfermeiras que atendem e dão-nos algumas instruções sobre como tratar os nossos pequenos.

As melhoras da pequenita.
jokas para ti.
fica bem.

Alexandra disse...

O coração de mãe fica sempre apertado, estejamos ou não habituadas:)))
As melhoras para a pequena (e fica a saber que és uma mãe sortuda)

Alex disse...

Como sei o que sentes. O meu pequenote andou doente mais de uma semana e eu já estava a ficar doida de todo. Finalmente esta semana começou a deitar a porcaria fora através do vomito, e já voltou a ter apetite... até eu já consigo respirar melhor... fogo... ter filhos é muito bom mas também é andar constantemente com o coração nas mãos... Bjs e as melhoras para as duas :-)

Cathy Oh disse...

As melhoras, LGG! :)

Beijinho*

Sweet68 disse...

As melhoras da princesa...

Márcia disse...

sei bem o k sentes e o k dizes, é muito dificil e ficamos num estado lastimavel! mas tudo passa felizmente! e tudo nos serve pra nos "vacinarmos" e nos tornarmos mais fortes...beijolas e as melhoras