18 de setembro de 2013

Síndrome do Abandono

Não sei se tal coisa existe, mas é o que sinto neste momento.
Passo a explicar: Clara Mini-Me tem quase 5 anos e sempre esteve em casa dos avós. Entrou no ensino pré-escolar público este ano, mais concretamente ontem, após a desilusão (minha, claro) de não ter entrado no ano passado.
Sonhei mais eu com este momento do que ela, criei mais expetativas eu do que ela: um novo ambiente, novos amigos, novos desafios pedagógicos... e mais tempo para mim... Nos últimos meses, esteve comigo em casa: no último mês de gravidez em que estive de baixa, nos dois meses que já passaram desde que o irmão nasceu. 
E ontem chegou o grande dia. Ela foi, divertiu-se, gosta da nova professora, dos colegas, dos almoços e da melhor amiga com quem já tinha estado em casa dos avós, e que agora reencontrou. E eu sinto que falta um pedaço de mim a cada hora do dia, até às 15h, quando a vou buscar.
Síndrome do Abandono...existe? Há por aí psicóloga/os que me digam se isto é normal? :)

3 comentários:

Miss Betterme disse...

Acho que é normal sentires isso. Dá pra perceber que és uma mãe muito carinhosa, mas lembra-te que agora chegou o tempo da tua menina começar a ganhar asas e voar e de tu começares a cuidar mais de ti...
Bjs

sue marie disse...

Nunca fui mãe nem sou psicóloga mas eu conheço uma amiga que ha 2 semanas deixou o miudo de 6 meses no colégio e diz que o 2.º dia ainda doi mais.
Eu cá acho que imagino um pouco do sabor dessa sensação.
Boa sorte...e força! :p

Coisas de Gaja (gorda e estupida) disse...

Oi...obrigada pelo comentário :)

Quanto ao teu post, devo dizer-te que te entendo muito bem e que já passei por isso duas vezes...mas garanto-te que vai passar, com calma vais conseguir aceitar isso e perceber que está bem entregue e que é o melhor para ela.

Bj