14 de janeiro de 2011

Roer as unhas

Tenho o vício de roer as unhas desde sempre. Desde que me lembro de ser gente. A minha mãe conta que quando eu tinha cerca de dois anos, tinha que me calçar meias de noite senão eu roía as unhas… dos pés! Desse vício livrei-me logo nessa idade, felizmente!

Ultimamente, consigo dar a volta à questão fazendo uma manicure de vez em quando. Mas não posso deixar passar muito tempo entre elas – 15 dias no máximo - senão volto a atacá-las! Quando casei, consegui ter umas mãos maravilhosas para as fotografias. Comecei uns meses antes a tratar delas, coloquei gel e andei assim uns tempos depois. Até ao dia em que fiquei com metade de uma unha do dedo mindinho – a outra metade em carne viva – porque bati com a unha numa cadeira. Deixei-me do gel logo nessa altura.
Quando as tenho pintadas e arranjadas, nem sequer tenho o impulso de as colocar na boca. Mas se não tenho, como agora, lá ficam elas todas roidinhas! Já pensei que se calhar, estando a ‘curar-me’ do vício da comida, tenho as unhas no estado em que estão para compensar essa minha falta.
Mas hoje já lhes vou dar um toquezinho, vou pintá-las para se aguentarem, e marcar manicure para o início da próxima semana. Que isto de ficar magra e ter unhas de ‘pobre’, tem muito que se lhe diga. Preciso de voltar a ter unhas de senhora, como diz o meu homem-lá-de-casa!

------------------------------
Sim, eu ODEIO FAZER DIETA.

9 comentários:

Rosa Pink disse...

Ahahah... "unhas de pobre"!!! Adorei! Também tive esse vício durante muito tempo... agora ando mais controlada e só em momentos de grande ansiedade é que me dão uns ataques que nem noto que as estou a roer! O bom das unhas de gel (nunca tive) é que duram bastante tempo arranjadas enquanto que no meu caso o verniz, seja de que marca for, dura 2,3 dias no maximo! E unha de pobre é ter as unhas meio crescidas e com o verniz a estalar todo! Aí é que fica mesmo mal! lol. Beijo e bom FDS

Sweet68 disse...

Complicado esse vício... É que unhas roídas dão mau aspecto às mãos. Se ao arranjá-las resolves o teu problema, então vai nessa. Beijo

Mαrtα disse...

Adorei o termo unhas de pobre xD

Eu nunca roi as unhas, mas chuchei no dedo até aos 14 anos, para compensar rsrsr

Tu não me roas é as unhas de gel, que o dinheiro não e para se deitar fora!

Beijinhos grandes e um optimo fim de semana :)

Zétó disse...

LOLOLOL. Essa das unhas dos pés é que não sabia... :)

mllissa disse...

Jura!!! É que aquilo (dos signos) até me deixou transtornada, a sério!
Caranguejo-não-tem-nada-a-ver-comigo.
Quanto ás unhas já experimentaste pôr gel mas sem extensões? Assim não partem e não consegues roer...e são unhas de senhora :)
A minha cunhada costuma fazer isso, é a unica maneira de não roer.
Bom fds

A Minha Perda de Peso disse...

Olá!

Também tive esse vicio durante anos. Até que fiz 18 anos e resolvi que me ia deixar disso. Manicure semanal e ainda o verniz próprio para quem rói as unhas.
Passado pouco tempo deixei de precisar dessas coisas e bastava ter as unhas bem cortadas para não ter sequer vontade de as roer.

Beijinhos e FORÇA!!!

mariana disse...

Olá, sou nova na blogosfera :) mas sou seguidora do teu blog há algum tempo! Espero que venhamos a trocar muitas mensagens.. Eu quando era pequena tbm tinha esse vicio mas deixei e hoje ando sempre com as unhas arranjadinhas :)

Jóh disse...

eu rói muito tempo as unhas, mas à cerca de 3 anos perdi o vicio! tens de pensar no quão bonitas vão ficar e mentalizar-te de que tens de deixar de roer. só quando te convenceres que queres e que consegues é que chegas lá.***

Anónimo disse...

eu não consiigo parar de roer as unhas ajudem-me!!